Momento mãe: Colhendo os frutos


Olá, amigos...


Essa semana, mais precisamente terça-feira, aconteceu algo que me mostrou mais uma vez como vale muito a pena insistir em passar aos filhos bons sentimentos, ética, valores morais e educação.
Desde sempre ensinamos ao nosso filho que ele deve ter amor e respeito não só pelas pessoas, mas também com as plantas, os animais, o lugar aonde vive, essas coisas.
A gente planta o ensinamento, os bons sentimentos...vai regando e espera um dia colher os frutos e quando isso acontece, ahhhh...dá um orgulho danado e o peito parece que vai explodir de tanto amor!

Moro numa rua que é um pouco arborizada e então tem muito passarinho. Tem até um casal de periquitos que sempre faz ninho no vão da telha da minha casa, a gente até já se acostumou com o canto deles.
Sempre jogamos os farelos de pão que ficam na toalha do café da manhã no quintal, justamente para os passarinhos poderem comer.
Terça-feira ao sair no quintal, vimos um passarinho no chão, quieto. Ele estava doente, tentava voar, mas não conseguia e sua respiração estava bem acelerada. Ainda tentou fugir quando nos aproximamos, mas nem pra isso tinha força.
Colocamos um potinho com água perto dele, que tomou uns goles e um pouco de farelo de pão.
Aparentemente não estava machucado fisicamente, mas estava bem fraquinho.

Meu filho chegou da escola e quando contamos do passarinho, foi correndo para o quintal para ver. Ficou muito penalizado, fez carinho na cabecinha dele e me falou:
- Mamãe, chama a mãe dele "pá" cuidar dele.
- Filho, não sei quem é a mãe dele.
- Mas quando eu fico dodói, você cuida de mim.
- É, eu cuido...vamos fazer assim, acho que a mãe dele não vem porque está assustada com a gente. Vamos entrar e depois a gente vem ver se ele etá melhor.
Ele não se conformando muito:
- Mas ele tá com frio. A gente "pecisa" fazer uma caminha "pá" ele.
Pegamos uma tampa de lata de leite, ele arrumou um paninho e colocamos o passarinho lá.
Ele já estava muito, muito fraquinho e quando voltamos pra vê-lo, havia morrido.
Meu filho ficou muito triste, me abraçou e chorou.
Dai expliquei que ele havia ido pro céu, pra ficar no jardim do Papai do Céu.
Deixei o passarinho num cantinho, pra depois que meu filho fosse dormir, eu dar um destino ao bichinho.

Um pouco mais tarde, vejo meu filho passando pela cozinha com uma folha de papel na mão:
- O que é isso, filho?
- Fiz um desenho "pô passainho" não ficar triste, "pá" ele não ir sozinho "pô" céu.
Foi até o quintal e lá pude constatar como meu filho irá crescer um homem bom e sensível.
Ele se abaixou, colocou o desenho sobre o passarinho e disse:
- Toma, amiguinho, não fica "tiste", não!

São coisas como essa que mostram como é bom ser mãe e que há tempo pra tudo, pra plantar e pra colher!

quinta-feira, 10 de abril de 2008

12 Comments:

Jac C. said...

É mesmo extremamente emocionante notar atitudes assim em nossos filhos.
Que linda experiência compartilhou conosco, amiga!
Deus abençoe seu pequeno hj e sempre.
Bjs

Carmim said...

É isso mesmo, as crianças nessa idade "imitam" os adultos que as cercam, e seguem os ensinamentos que lhes são transmitidos.
Com certeza no futuro, tal como agora, ele não será apenas mais um ser, será especialmente humano. No mundo em que vivemos, isso é cada vez mais importante!
Parabéns pelo óptimo trabalho! =)

Bom fim de semana
Beijos.

Margarete said...

Que lindo esse mininu!! Se ele fez isso é porque teve bom exemplo/ensinamento, parabéns!
Já passei por isso também lá em casa (a antiga, hehehe), mas o pobrezinho não resistiu, aí minhas flores fizeram um "caixão" para ele, elas ficaram decepcionadas com a morte dele...
Estou sentindo falta da algazarra da passarinhada de manhã, aqui eles são mais tímidos, até minha calopsita anda meio acanhada...
Beijinhos e bom final de semana.

Renne Boz said...

Que coisa mais graciosa!! rsrsrs..que fofíssimo seu filho. Isso mostra não somente sensibilidade, mas integridade de caráter. Ele se importa!! Lindo!! Parabéns pelo filhão e pela boa educação a ele concedida! Esse menininho vai longe!

Beijão, querida!

PríncipeTito Blog said...

Estou em debito com vocês...Mas sempre que dá,faço uma visitinha !!! Abraços.

Ultra Violet said...

Que fofo!

Filhos são a nossa extensão, agora vc viu a educação que vc deu.

Agora, tem desafio p vc lá no meu blog.

Bjs.

Tâmara said...

Criança faz um bem danado pra alma...ne?...
E esse post tb!!!
Bjo grande!!!

FERNANDA & POEMAS said...

Olá, que lindo texto, fiquei muito emocionada... Parabéns para si e seu filho!!!
Beijinhos,
Fernandinha

Alice said...

Filhos, e como não amá-los ??

bjkas pra vc e uma linda semana

Andressa said...

Ah, fiquei super emocionada! Que lindeza!
Realmente precisamos utilizar nosso tempo para transmitir valores morais e éticos aos nossos pequenos. Isto é o mais importante!
beijos

Renato Bueloni Ferreira said...

Estes momentos ingênuos são mágicos. Marcam os pais e deixaram ótimas lembranças para ele contar quando crescer. Delícias da vida!
bjs

Queijo said...

fofo demais! é recompensador! parabéns, amiga! bjs

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger