Ray Charles




Um bom dia primaveril a todos!
Esse final de semana vi um filme que fazia tempo que queria ver e adorei: Ray, sobre a vida de Ray Charles.
O ator, Jamie Foxx, merece um comentário, pois está perfeito!
O filme mexeu muito comigo, pois levanta questões importantes e de uma sensibilidade ímpar.
Primeiro porque é tocante e nos faz perceber como às vezes dimensionamos um problema que nem é tão grande assim...ver uma pessoa, que ficou deficiente visual quando era criança, sofrendo o preconceito racial e mesmo assim supera todas as barreiras, preconceitos e vence!
Depois, vendo a mãe ter que bancar a durona, ensinando o filho que ele tinha que fazer as coisas sozinho, pois não queria que as pessoas tivessem pena dele. A mãe usou todo seu amor para transformá-lo numa pessoa independente, sem fazer as coisas por ele, mesmo que isso lhe causasse lágrimas e desespero, vendo o medo do filho.
Terceiro, porque é uma delícia ouvir as músicas de Ray Charles e saber um pouco mais sobre sua carreira.
Mas, o que ficou mais pra mim do filme, foi como ele conseguiu superar a culpa que tinha em relação à morte do irmão e abandonou as drogas, as quais usou durante muitos anos.

Já tinha essa consciência e o filme só fez ressaltar mais: como a culpa pode acabar com a vida de uma pessoa!
Ray Charles quase acabou com sua vida, sua carreira, sua família, pois usando a droga, achava que estava se impondo um castigo.
A cena mais tocante é quando ele tem um sonho com a mãe e o irmãozinho aparece, dizendo que a culpa não foi dele. A partir desse momento, ele se liberta.
Muitas pessoas carregam culpas pela vida e isso as destrói!
Todos estamos sujeitos a erros e devemos tentar consertá-los quando temos a oportunidade.
A felicidade só vem, se seu coração está livre de qualquer rancor, culpa, angústia...
O filme é triste, mas vale muito a pena ver!

Assim como vale imensamente a pena ouvir Ray Charles, essa é minha sugestão no começo da semana...às vezes os sentimentos que não conseguimos falar, vem através da música, como essa canção.





A Song For You

I've been so many places in my life and time

I've sung a lot of songs, I've made some bad rhyme
I've acted out my life in stages
With ten thousand people watching
But we're alone now and I'm singin' this song for you
I know your image of me is what I hope to be, baby
I've treated you unkindly but girl can't you see
There's no one more important to me
So darling can't you please see through me
'cause we're alone now and I'm singin' my song for you
You taught me precious secrets of the truth, withholdin' nothin'
You came out in front and I was hiding
But now I'm so much better so if my words don't come together
Listen to the melody cause my love's in there hiding
I love you in a place where there's no space or time
I love you for my life, 'cause you're a friend of mine
And when my life is over, remember when we were together
We were alone and I was singin' my song for you
I love you in a place where there's no space or time
I've loved you for my life, yes, you're a friend of mine
And when my life is over, remember when we were together
We were alone and I was singin' my song for you, yes
We were alone and I was singin' this song for you, baby
We were alone and I was singin' my song,
Singin' my song, singin' my song, singin' my song
Singin' my song

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

13 Comments:

Simone said...

eu adorei esse filme

Renato Bueloni Ferreira said...

Reforma ficou muito boa...gostei do novo visual.

Bia said...

Tb vi esse filme e é muito emocionante.
E esse novo visual, hein...ficou show!!!!!!
Beijo

Girassol said...

Andei um tempão para assistir ao filme, mas quando vi fiquei com aquela sensação de que compensou todo o tempo de espera e foi além das minhas expectativas. Gostei bastante.

Quando a página abriu, por momentos fiquei a pensar "Mas.. esta não é a casa da Edna..".. hahaha! Ficou óptimo, parabéns.

Beijo.
Boa semana.

Ácido Poético said...

...sensacional a interpretação do Foxx
Sem contar que Ray Charles uniu o blues, o gospel, o jazz...

Beijo beijo
Brunø

Wanderson "Wans" said...

Alguém bateu à minha porta?
Pode entrar minha comentadora preferida.

****
Ray cantava bem até de olhos fechados.....há há há...essa foi boa

PríncipeTito Blog said...

PARABÉNS PELO BLOG.
QUE A PRIMAVERA TRAGA MUITA ALEGRIA.
Ray Charles,insubstituível...

Carol said...

Adorei a carinha nova do blog, ta ainda mais lindo!!!


adorei também o post!


beijo querida

Heliarly said...

New layout!!!! UAU!!!

è muito difícil não gostar desse filme, o Fox ganhou o oscar dele aí, já em Miame Vice ele ta maus...um bom inicio de semana!!

Fabiola said...

não consegui assistir este filme até o final...acreduiita?

Bina Goldrajch said...

Recalchutou o site!

Está lindo!

Beijoo!

markus said...

Esté lindo esteu cantinho. Não vi o filme mas imagino q será mt interessante dado o grande músico q aborda. Obrigado pela visita. Uma optima semana.Bjs***

Afronauta said...

As únicas derrotas da vida são as que inflingimos a nós mesmos. Quantas vezes não somos um sucesso aos olhos dos outros e no nosso íntimo sentimos ser uma fraude?
Ray Charles não foi assim tão bem sucedido. Deixou saudade em quem só conheceu a sua música e tristeza em quem o conhecia pessoalmente, mas apesar disso é inquestionável a sua genialidade. É mais um exemplo entre muitos de que há sempre um preço muito alto a pagar pela genialidade e brilhantismo.

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger