Poema: A palavra mágica
















A palavra mágica


Certa palavra dorme na sombra
de um livro raro.
Como desencantá-la?

É a senha da vida
a senha do mundo.
Vou procurá-la.

Vou procurá-la a vida inteira
no mundo todo.
Se tarda o encontro, se não a encontro,
não desanimo,
procuro sempre.

Procuro sempre, e minha procura
ficará sendo
minha palavra.

Carlos Drummond de Andrade

imagem: http://palavrasaovento.blogs.sapo.pt/arquivo/beijos_dourados.jpg

sábado, 24 de novembro de 2007

5 Comments:

Girassol said...

Coincidência ou não, acabei de comentar num outro blog sobre o poder da palavra... o grande instrumento dos poetas, da humanidade em geral...
Tão poderosas que jamais devemos subestimar a sua força.

Beijo.
bom fim de semana.

ki-colado said...

Por aí se vê como a "palavra" está dificil de ser encontrada na praça!

Drummond é Drummond.

Saudações.

Fabiola said...

lindo
de encantantar a Alma

MamaNunes said...

Drummond sem pre Drummon..a própria palavra.

Querida, tem um post solidário ao
Projeto Coração Valente lá no koinonia, talves você queria participar colocando um button no seu blog, ou sei lá..Dá uma espiadinha.
beijkos e bom domingo.

Renato Bueloni Ferreira said...

Drummond é um mestre da palavra!
Bom domingo!

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger