Texto: Mário Quintana




Mountain Ecstasy
Maxfield Parrish
















Das Ilusões

Meu saco de ilusões, bem cheio tive-o.
Com ele ia subindo a ladeira da vida.
E, no entretanto, após cada ilusão perdida...
Que extraordinária sensação de alívio!

Mário Quintana - Espelho mágico. Porto Alegre: Globo, 1951.

sábado, 3 de novembro de 2007

5 Comments:

Pensamentos Ocultos said...

O Mundo é feito de ilusões constantes !

Beijos e Bom fim de semana !

vanda - pensamentos soltos said...

Edna excelente escolha Mario Quintana, adoro!!!

beijos e bom fim de semana

Nilza said...

Oi, Edna!

Ilusão..ai essa palavra me deixa meio triste e nem se bem pq, talvez por ter a sensação de que fazemos "n" coisas sem retorno..rs

Beijos e bom domingo!

Nilza said...

Boas dicas..se quiser é claro!!

Tirar a barra de navegação do Blogger

Quer tirar a barrinha de navegação que o Blogger coloca no seu blog?

Basta você copiar o código abaixo e colocar na folha de estilo de seu blog ( editar html - em q.q. parte do código)

#navbar {
display:none;
margin:0;
padding:0;
}

Edson Marques said...

Quintana nem deveria pensar em rima!

Ele é sempre ótimo!


Abraços, flores, estrelas..


E obrigado pelos deliciosos comentários deixados no blog Mude!

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger