José Mindlin




Estava eu no sábado á noite assistindo ao programa do Amaury Junior, após degustar uma deliciosa comida chinesa, regada por um bom vinho; quando vi uma entrevista com uma pessoa fantástica.
O Amaury estava cobrindo a inauguração da Livraria Cultura, entrevistando várias pessoas importantes: o Governado e Prefeito de São Paulo, alguns renomados escritores, Pedro Hers, dono da Livraria Cultura e também José Mindlin.
Alguém pode perguntar: quem é José Mindlin????
Pois é, eu também não sabia...lembrava de já ter ouvido falar dele, mas não lembrava onde e nem por que! (Cinthia, Bia e Simone...agora todos nós vamos nos sentir incultos...hehehehe...preparem-se)

José Ephim Mindlin é advogado, empresário, foi repórter de O Estado de S.Paulo, ex-secretário de Cultura do governo Paulo Egydio Martins e é o maior bibliófilo brasileiro.
Nasceu em 08 de Setembro de 1914, filho de pais russos que vieram para o Brasil no começo do século passado, é formado em direito pela Faculdade de Direito de São Paulo. Deixou de exercer a profissão para fundar a empresa Metal Leve, potência nacional no setor de peças para automóveis, por isso eu lembrar de ter ouvido falar dele.

Mas, não é por isso que achei-o fascinante, mas sim por ser o maior bibliófilo brasileiro.
Começou a comprar livros raros em sebos de São Paulo quando tinha apenas 13 anos de idade. O primeiro livro que comprou foi Discours sur l'Histoire universelle de Jacques-Bénigne Bossuet, de 1740.
Depois de se aposentar, em 1996, dedicou-se integralmente a essa paixão e hoje possui um acervo com cerca de 29 mil títulos, aproximadamente 45 mil volumes...é algo inimaginável!
Disse que já leu cerca de 10 mil livros. "Para mim, é uma compulsão patológica tanto a aquisição quanto a leitura",
Quando ainda a visão ajudava, lia de 6 a 8 livros por mês. Hoje em dia precisa do auxílio de uma lupa, mas ainda continua lendo vários livros.
"Primeiro se começa com as edições comuns. Depois vem o interesse pelo livro bonito, com ilustrações e bem diagramados. A próxima é a busca das primeiras edições de um determinado título. Passa-se, então, a procurar exemplares autografados. A última etapa é a consciência da raridade. E aí você está definitivamente perdido", afirma ele, com um bom humor que é uma das suas características.
“Quando eu vejo um livro que me atrai, mesmo sem ter nenhuma referência, eu compro e normalmente não me arrependo."

Em 20 de Junho de 2006 Mindlin foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras, onde ocupa a cadeira número 29, vaga desde a morte de Josué Montello.
Após saber o êxito da eleição, Mindlin declarou: "De certa forma, coroa uma vida dedicada aos livros".
Com uma paixão incansável pela leitura, declarou ao Amaury Junior que ainda está em busca de alguns livros raros que não achou.
Eu, que também sou apaixonada por livros, fiquei também completamente apaixonada por essa figura de 92 anos, que é simplesmente uma fonte de saber ambulante!
Ai, quando eu crescer quero ser igualzinha à ele, hehehehehehehehe.
Humildemente reverencio José Mindlin...


quarta-feira, 6 de junho de 2007

4 Comments:

Eduardo said...

Nossa, agora fiquei impressionado de verdade!
Não conhecia José Mindlin, mas se alguém conhecer e quiser me apresentar, terei o maior prazer, riso. Já imaginou quantas histórias esse Sr. pode nos contar?
Gosto cada vez mais do seu blog, Edna, tem muita informação boa, parabéns!

Edna Federico said...

Ah, eu também quero ser apresentada, riso.
Obrigada, Eduardo, é muito bom saber que você gosta do meu blog.

Bia said...

Pronto, riso, agora que me sinto uma burra inteira!
Afff...10 mil livros???????
Não dá nem pra imaginar...será que ele lembra de todos?
Beijokas

Cinthia said...

Caraca, assim não dá...não dá pra ser culta mesmo perto de um homem desses! riso
Ele é uma biblioteca ambulante, né.
10 mil livros....não vou chegar perto disso nunca.

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger