Os cinco sentidos: Paladar





Bom dia!!!!

Encerrando a série de post sobre os Cinco Sentidos, vamos falar hoje sobre o paladar.

Dá pra imaginar não conseguir sentir o gosto de nada????
Não poder saborear o gosto de uma suculenta fruta, de um pecaminoso bolo de chocolate com morangos, de um excelente vinho; aonde você tem que deixá-lo correr toda sua boca, pra sentir sua magnitude!

Não vou negar, sou um bom garfo...não no sentido de quantidade, mas de qualidade. Sou daquelas que sabe apreciar um bom prato, bem feito, com efeito visual, olfativo e no paladar...tem alimentos que faço questão de comer bem devagar, pedacinho por pedacinho, só pra poder apreciar tudo, até o final.
É uma característica minha e o mais engraçado, já notei que meu filho também é assim.

Tem gostos que também nos fazem lembrar de um momento, de um lugar, de uma pessoa...as associações são inevitáveis e muitas vezes prazerosas.
Lembro dos pratos típicos que experimento nas minhas viagens (adoro provar algum prato típico da região, senão não tem graça em viajar) e sempre suspiro lembrando do momento de paz e diversão.
Ver seu filho se deliciando lambendo a mão lambuzada de chocolate...riso...e lambuzando roupa, rosto, cabelo, depois olhando pra você e rindo.

Sentir o gosto da pele da pessoa que amamos, hummm...podemos descobrir novas fontes de prazer...ele se renova, redobra e torna-se um daqueles momentos especiais e inesquecíveis.
Por exemplo, você que acabou de ler agora, tenho certeza que está lembrando de algum momento assim, sorriso, onde pôde sentir o gosto de quem você ama ou amou...gosto da pele, ou gosto de alguma coisa em contato com a pele...chocolate, sorvete, champagne, chantilly...amor e alimento são combinações perfeitas, evocando sensualidade!

O meu preferido: o gosto de um beijo!
Hummmm, aquele ou aqueles beijos que sempre ficarão na nossa memória...que te causam frisson, arrepios subindo pelo corpo, aquecendo a alma e o coração e quando a lembrança chega até os lábios, você abre um sorriso e saboreia, como se o estivesse sentindo.

A série chega ao fim, mas espero que para vocês tenha servido da mesma forma que serviu para mim.
Me fez dar mais valor as coisas que temos, que achamos banais, mas quando paramos para pensar e ler, percebemos que de banais não tem nada!
Ter alguma deficiência física é complicado e ter que ajustar sua vida em função disso, é mais complicado ainda.
Admiro as pessoas que transformam deficiência em superação!
Também me fez pensar mais em: tocar, ver, ouvir, sentir e saborear todos que amo e todos os momentos que vivo.
A felicidade é hoje, é agora, é cada momento vivido e aproveitado....o amanhã, não sabemos...o ontem, já foi, não podemos mudar.
E tudo se resume no amor...sorriso...então, vamos amar e ser feliz!



imagem: comsentidocom.blogspot.com

terça-feira, 26 de junho de 2007

5 Comments:

Nilza said...

Não dá pra imaginar a vida sem paladar não!!

E dele sem dúvida vem muitos outros sentidos, como vc relata..Ótimo texto.

Beijos

Menáge à Trois said...

Lindo!!!! Adorei, aliás adoro sua série sobre os sentidos! Bjos moça!

Como ninguém

Alê Namastê said...

Que gostinho bom!

Ah! Linkei o seu blog, viu?!
Beijos*

Renato Bueloni Ferreira said...

Diria que foi seu post mais sensual.

Cinthia said...

Meio sumida por estar hiper gripada, mas quero registrar que tb adoro seus posts sobre os sentidos.
Beijo

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger