Escolhas


Bom dia!


Acho curioso notar com existem pessoas que não tem um foco, um objetivo concreto na vida...passam os dias, as semanas, os meses, os anos, atirando para todos os lados e se acertar em alguma coisa, é lucro.
O que geralmente acaba acontecendo é que não acertam em nada, perdem tempo, dinheiro e tem um desgaste emocional proporcional ao tamanho do sonho. Não estou dizendo que sonhar é perda de tempo, na verdade acho essencial, afinal, o que é um homem sem sonhos? Mas questiono o passar o tempo todo sonhando com várias coisas, imaginando, elaborando e não conseguir levar nada adiante, não focar em nenhum projeto e lutar para concretizá-lo.
Acho que todo mundo tem uma fase assim, mas normalmente acontece na adolescência, quando temos que tomar a terrível decisão: “que profissão seguir?” Quando vamos amadurecendo e principalmente quando construímos uma família, os sonhos têm que ser mais objetivos...se forem a curto prazo, lutar para realizá-los logo e se forem a médio e longo prazo, planejar, mas com consciência e maturidade.

Essas minhas explanações se devem a uma conversa que tive ontem de manhã com uma pessoa que conheço...pego-a como exemplo, mas conheço outras pessoas assim.
Ela é do tipo batalhadora mesmo....casou cedo, veio com o marido tentar a vida em SP, tem duas filhas e trabalha duro pra ter uma vida melhor. Já teve grandes conquistas, conseguiu comprar um desses apartamentos populares, foi mobiliando aos poucos e hoje se orgulha muito do que tem.
Por meu incentivo e da minha mãe, voltou a estudar...trabalha durante o dia e a noite freqüenta as aulas.
O problema é que ela sonha demais...só nesse ano acho que já mudou de rumo umas quatro vezes. Falava sobre fazer um curso de culinária e montar um comércio...não chegou a fazer o curso, mas comprou um freezer e fazia pão, coxinha, sorvete e bolos para vender. Começou toda animada, falando nisso sem parar...depois de um tempo, como não tocava mais no assunto, perguntei como ia...falou que havia parado e vendido o freezer.

Tenho um secador de cabelos em casa (que é tudo de bom) que a própria escova do secador já vai secando e fazendo escova, deixa o cabelo bem liso e dá pra economizar uma boa grana de cabeleireiro. Bom, ela viu meu secador, gostou e comprou um também. Dias depois chega toda animada dizendo que o secador era uma maravilha e que estava fazendo escova nas amigas do prédio, ganhando uma grana. Falou em fazer um curso de cabeleireira e montar um salão.

Teve a idéia de vender o apartamento, comprar um terreno, construir uma casa e na frente montar um comércio...desistiu da idéia.

No começo do ano veio me falar que ela e o marido estavam pensando em vender o apartamento e voltar para sua cidade natal. Lá eles iriam comprar uma casinha e montar um negócio (no ano passado ela falou disso duas vezes toda animada, depois desistiu dizendo que não era uma boa idéia).

Eu não gosto de me meter na vida de ninguém e nem de ficar dando conselhos, mas deixei essa minha norma um pouco de lado e falei: “olhaaaa, pensa direitinho, não vai fazer besteira, pois uma vez vendido o apartamento e com o dinheiro na mão, a grana vai embora rapidinho e vocês nem vêem...depois pra comprar outro é um sacrifício.” E ela: “não, eu sei, mas já está tudo planejado e etc, etc...” Bom, fechei minha boca.

Ontem estava eu trabalhando, quando ela entrou na sala e começou a falar...voltou com a conversa, mas o inverso...disse que não iriam mais mudar, pois tinha medo de não dar certo, gastar o dinheiro e tal...tudo que eu havia falado, mas como se o pensamento tivesse partido dela...riso...tem essa mania! Eu parei, olhei e nem consegui falar quase nada, só disse: “ah é?” Falar o que...sei que não vai adiantar nada, pois daqui a um mês, ou dois, ela virá com outra conversa, com outros planos, com outros sonhos.

Enfim, sonha demais, tem muitos planos, atira para todos os lados, pára os projetos no meio e muda de objetivos com a mesma rapidez com que os sonha.
Admiro sua coragem e seu empreendorismo, mas ela deveria canalizar toda essa vontade e energia em uma coisa por vez. É como se precisasse de alguém que falasse: “isso, vai que você está no caminho certo.”

Mas, qual é o caminho certo????
Não temos como saber...ao longo de nossa vida nos deparamos com vários caminhos, mas temos que escolher algum, mesmo que depois vejamos que não foi o certo e tenhamos que retornar e pegar outro caminho, mas temos que escolher.
Minha avó já dizia: quem quer todos, não tem nenhum!
Vamos ver, um dia ela aprende...ou não!!!!


terça-feira, 15 de maio de 2007

1 Comment:

Bia said...

Edna, realmente tem muita gente assim, eu tb conheço várias. Querem fazer tudo ao mesmo tempo e acaba não saindo nada. Ou aquelas que querem levar vantagem em tudo, o tempo todo.
Ter um foco, uma meta, é fundamental!
Beijokas

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger