Os cinco sentidos: Olfato



Bom dia, galera.





Dias atrás postei sobre os cinco sentidos, mais especificamente sobre o tato. Dando continuidade, hoje falarei sobre o olfato.

Como é bom a gente poder sentir o cheiro das coisas!

Tem cheiros que lembram minha infância:

O cheiro da lenha queimada do fogão de lenha da casa do meu avô...
O cheiro da loção de barba dele...
O cheiro do pó-de-arroz que minha avó usava...
O cheiro da terra molhada depois de um dia de chuva...
O perfume das flores...
Hummm, um perfume delicioso quando encostamos o nariz no pescoço de quem amamos...
Um perfume que sentimos quando alguém passa ao nosso lado e viramos a cabeça, pra constatar quem é...tem perfumes que ficam sendo a marca registrada de alguém...a gente sabe que quando sentimos, é porque ele ou ela está chegando.
O cheirinho do bebê depois do banho...ou antes...riso...eca!
O aroma de uma comida saborosa...
E finalmente o cheiro natural que cada um possui, o bendito feromônio, que faz com que sejamos atraídos por esta ou aquela pessoa. Perfumistas do mundo todo se esforçam para produzir um perfume que tenha o mesmo poder de atração que o cheiro natural.
Não sei se conseguem, o fato é que adoro sentir um bom perfume e também usar um bom perfume.

Não poder sentir cheiros deve ser muito ruim...lembro de um amigo que iria fazer uma operação na cabeça. O médico disse que ele poderia ficar com seqüelas...ou ficaria com a testa adormecida, sem sensibilidade ou perderia o olfato. Ele me disse: “prefiro ficar sem sensibilidade, só imaginar que nunca mais poderei sentir o cheirinho da minha filha, é insuportável!”
Graças da Deus ele não ficou com seqüelas.

Tem cheiros que nos fazem lembrar, sentir saudade...de um lugar, de um momento, de uma pessoa...e a saudade dói, como dói!
Mas, também há cheiros que nos trazem a lembrança um momento feliz e então, sorrimos...
Desejo que hoje o dia seja só de boas lembanças e de largos sorrisos, para todos!

imagem: http://i6.photobucket.com/albums/y219/IsabelF/Sentidos2.jpg

segunda-feira, 14 de maio de 2007

2 Comments:

Bia said...

Nossa, Deus me livre não ter olfato.
Poder sentir um perfume é tudo de bom!!!!
E eu que sou uma comilona então...já pensou não sentir o aroma da comida, afffff...
Beijokas

Renato Bueloni Ferreira said...

Belo texto...um cheirinho bom é sempre evocativo de boas lembranças.

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger