A medida do amor


Bom dia, galera.

Já que o pensamento do dia hoje é sobre o amor, vamos falar sobre ele...ô sentimento lindo, mas compleeeeeeeeeeeeeeeeexo!
Outro dia conversava com uma amiga sobre seu relacionamento com o marido e ela me falava sobre um problema que acho que atinge a maioria dos casais: a medida do amor!
Ela me disse: “acho que o amo demais...e acho que ele me ama de menos”.
Mas, afinal, qual é a medida do amor? Como podemos medir a intensidade do amor que sentimos ou do amor que nosso parceiro sente por nós?

O ser humano é muito complicado...parece que sempre estamos na busca de algo mais, do impossível, do inatingível.
Essa sensação que temos de que o outro não nos ama da mesma forma que o amamos, é verdadeira, mas é assim porque somos pessoas diferentes...são dois pensamentos, duas vidas, logo, dois sentimentos!
Quando se espera demais de um relacionamento ou do parceiro, a decepção sempre acaba vindo, pois a expectativa supera o amor.
Também sou assim, confesso que já fui muito mais. Com o tempo, com o amadurecimento que a idade traz e também a segurança da relação, aprendi que enquanto eu ficasse esperando e tentando fazer com que meu marido falasse e fizesse as coisas do jeito que eu fazia e queria, não seria feliz e não me permitiria viver o amor de uma forma plena.
Se ele me fala muito menos que me ama do que eu gostaria de ouvir, ou do que falo pra ele, isso não quer dizer que ele me ame menos.
O amor pode não estar presente frequentemente em palavras, mas sinto-o e vejo-o através de ações, de olhares, de um toque na mão, de um presente escolhido com carinho, da simples companhia ao ficarmos sentados no sofá vendo TV, do cuidado, da proteção...enfim, o amor se mostra de várias formas, basta a gente se permitir vê-lo.

É claro que às vezes também o faço falar em palavras, riso, pois a gente não pode deixar a peteca cair.
Homem tem muita dificuldade em falar sobre o amor, não sei se é vergonha, se é desatenção...mas vocês tem que entender que nós mulheres temos a necessidade de ouvir e não custa nada vocês falarem de vez em quando.
As queixas que ouço de minhas amigas são: “ele não fala que me ama, ele não diz que estou bonita, parece que ele não tem ciúmes de mim e etc, etc.”
Homens, nós mulheres odiamos quando vocês falam assim: “ você sabe que te amo, não preciso falar”...ou assim: “você está sempre bonita”.
Vamos ser mais criativos e mais atenciosos, né?
Acho que o importante é achar o equilíbrio, nem demais e nem de menos!

Gente, isso não é um post de conselho sentimental ou de lição de moral, pois não sou qualificada para nenhuma das duas coisas, viu...são somente pensamentos e experiências que tive e tenho.

Quanto a você, minha amiga querida, não fique procurando a medida do amor...viva seu amor e aceite o amor que seu marido tem por você, pois é claro que ele te ama! Afinal, amor a gente sente, não tenta entender.
Beijo para todos.


terça-feira, 8 de maio de 2007

4 Comments:

Renato Bueloni Ferreira said...

São posts como o seu que me atraem a ler os blogs escritos por mulheres. Vcs são mais abertas e fica um pouquinho mais fácil, para nós homens, entender a alma feminina.

Edna Federico said...

Ebaaaaaaaaaaa, se puder ajudar ao menos 1 homem no mundo a entender nós mulheres, fico feliz! riso
Que bom que o blog está sendo lido e também tendo alguns comentários de homens.
Obrigada!!!

Helena said...

Edna, será que nós mulheres chegaremos num nível de evolução tal que não precisaremos mais passar metade do dia questionando os homens e seus atos? Demora, hein!!! Mas acho que tá bom assim. Beijos

Bia said...

Ah, nãooo, vc é minha conselheira sentimental exclusiva! hehehehe
Amigaaaaaaaaaa...tô precisando de colo....precisamos marcar um daqueles nossos almoços deliciosos, vamos?
Beijokas

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger