Caixa de Pandora


Vocês conhecem a história grega da Caixa de Pandora?
Acho legal mitologia grega e leio algumas coisas sobre o assunto, sempre na busca do aprendizado.
Para não errar em nada, vou copiar a história de Pandora de um site que achei na internet ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Pandora) e depois farei o comentário.

“Na mitologia grega, Pandora ("bem-dotada") foi a primeira mulher, criada por Zeus como punição aos homens pela ousadia do titã Prometeu em roubar aos céus o segredo do fogo.
Em sua criação os vários deuses colaboraram com partes; Hefestos moldou sua forma a partir de argila, Afrodite deu-lhe beleza, Apolo deu-lhe talento musical, Deméter ensinou-lhe a colheita, Atena deu-lhe habilidade manual, Poseidon deu-lhe um colar de pérolas e a certeza de não se afogar, e Zeus deu-lhe uma série de características pessoais, além de uma caixa, a caixa de Pandora.
Caixa de Pandora é uma expressão utilizada para designar qualquer coisa que incita a curiosidade mas que é preferível não tocar (como quando se diz que "a curiosidade matou o gato"). Tem origem no mito grego da primeira mulher, Pandora, que por ordem dos deuses abriu um recipiente (há polémica quanto à natureza deste, talvez uma panela, um jarro, um vaso, ou uma caixa tal como um baú…) onde se encontravam todos os males que desde então se abateram sobre a humanidade, ficando apenas aquele que destruiria a esperança no fundo do recipiente. Existem algumas semelhanças com a história judaica-cristã de Adão e Eva em que a mulher é, também, responsável pela desgraça do gênero humano.
Segundo a lenda grega, Prometeu criou o homem de argila e roubou a chama sagrada de Hélio (Deus Sol) para dar-lhe o sopro da vida. O intuito era criar um ser que ajudaria a cuidar de sua mãe Gáia (Terra). O homem, porém, também era imortal e assexuado, reproduzindo-se de forma rápida. Por ordem de Zeus, Prometeu foi preso e condenado a ficar acorrentado no alto de uma montanha, onde todos os dias um corvo gigante vem comer-lhe as vísceras que são regeneradas à noite, ficando fadado a sentir dores por toda eternidade. Antes, porém, ele deixou uma caixa contendo todos os males que poderiam atormentar o homem com seu irmão Epmeteu, pedindo-lhe que não deixasse ninguém se aproximar dela. Os homens começaram a desvastar a Terra e, a fim de castigá-los, os deuses reuniram-se e criaram a primeira mulher, a qual foi batizada como Pandora e incumbida de seduzir Epmeteu e abrir a caixa. Naquela época os deuses ainda não moravam no Olimpo mas em cavernas. Epmeteu colocara duas gaiolas com gralhas no fundo da caverna e a caixa entre elas. Caso alguém se aproximasse, as gralhas fariam um barulho insuportável, alertando Epmeteu. Seduzindo-o, Pandora conseguiu convencê-lo a tirar as gralhas da caverna sob o pretexto de que tinha medo delas. Após terem se amado, Epmeteu caiu em sono profundo. Pandora foi até a caixa e a abriu: um vortéx de males tais como mentira, doenças, inveja, velhice, guerra e morte saíram da caixa de forma tão assustadora que ela teve medo e fechou antes que saisse a última delas: o mal que acaba com a esperança.”

Pois bem, por que o assunto hoje é a Caixa de Pandora? Porque me pus a pensar quantas vezes cometemos besteiras por conta de curiosidade ou de nossa impulsividade!
Comparo a Caixa de Pandora a nossa boca...muitas vezes não paramos para pensar e vamos falando aquilo que nos vêm a cabeça...isso geralmente não dá certo e alguém sai magoado.
Ah, se usássemos mais a cabeça, se parássemos para pensar!
Como diz um ditado popular: “Se Deus nos fez com 2 ouvidos e 1 só boca, não foi átoa”;
Isso serve pra mim também...ai que coisa, às vezes tenho vontade de morder a minha língua, riso.
Mas, a gente vai aprendendo...vamos sempre lembrar de Pandora e de todo mal que ela causou ao abrir a caixa...ainda bem que a esperança ficou lá e continua até hoje!
Beijos.


quinta-feira, 3 de maio de 2007

3 Comments:

Vera Lucia said...

Nossa!!!

Minha cara ... eu vivo mordendo a lingua ... risos ...


Bom, vc me conhece, sabe que e isso mesmo...


Beijos,

Rosana said...

fofs...
eu tambem tenho lá minhas horas de Pandora e abro caixas que me fazem ter vontade de sumir...hehe mas vira e meche lá to eu novamente abrindo... AFFFF morder a lingua é pouco !!! hihihih

Marcos said...

Eita!!! Ta vendo? Depois quando a gente fala....rsrs
Podem ser responsabilizadas pela desgraça humana. Podem não saber bem quando tem de ficar de boca fechada (principalmente no meio de um filme ou na hora de um gol, pra quem curte), podem falar até as articulações bucomaxilofaciais (Arre!! É assim que se escreve!?) afrouxarem... Mas o que faríamos sem os seus carinhos? Onde estaríamos sem seus ouvidos? Como ficaríamos sem sua presença? Ah mulher! Pandora, ou seja lá qual seu codinome, bendita seja tu, criatura dos deuses... Inshal-lá!

 
Pensamento Nosso - Wordpress Themes is proudly powered by WordPress and themed by Mukkamu Templates Novo Blogger